caes-cachorro-filhotes-fundo-amarelo

Transporte de Filhotes de Cães para todo Brasil com Preços Acessíveis

caes-cachorro-filhotes-fundo-amarelo

Os Pets se tornaram uma ótima companhia para as pessoas, são considerados filhos e cada vez maior o número de pessoas interessadas em comprar um cachorro.

Com isso, o mercado tornou-se exigente e cada vez mais as pessoas buscam por serviços de excelência.

No que se refere a transporte interestadual terrestre de animais, os serviços, na grande maioria, são prestados por autônomos independentes ou vinculados a aplicativos que, nem sempre, dispõem de veículos, equipamentos de segurança e qualificação necessária para garantir uma boa experiência.

Para assegurar que tudo corra bem durante uma viagem a escolha da pessoa ou empresa que fará o transporte é uma decisão importante.

Buscar por referências, autorizações e duvidar do preço baixo pode evitar grandes prejuízos, tanto emocionais, quanto financeiros.

Cada filhote tem um padrão de comportamento, um perfil, uma personalidade diferente e a empresa deve entender essas particularidades.

A falta de opções de envio sempre afetou criadouros de cães que, muitas vezes, perdem vendas por não poderem contar com opções de envio para as cidades mais distantes.

Em algumas situações o custo é maior que o próprio Pet, inviabilizando totalmente a compra.

Se você é um tutor que acabou de comprar um filhote ou um criador, temos uma ótima notícia: agora você pode contar com a MooviPet para entregar seus filhotes com todo amor e carinho.

O Sistema Rodoviário da MooviPet permite reservas de viagens compartilhadas para as principais cidades do Brasil, com tarifas acessíveis, sem abrir mão do conforto e segurança.

No post de hoje, falaremos sobre esse serviço que pode tornar a experiência entre criadouros e futuros tutores muito melhor!

Mobilidade: o grande desafio para os criadouros de cães

Viajar com filhotes em um veículo junto com outros animais sempre foi um grande desafio e muitos criadouros e tutores ainda se sentem inseguros.

Por esse motivo a MooviPet juntou experiência no volante com o conhecimento de médicos veterinários para desenvolver um serviço voltado exclusivamente para os filhotes.

A partir do terceiro mês de vida um Pet já pode embarcar em nossos Sistema Rodoviário, desde que tenha tomado as principais vacinas.

Dessa forma, mesmo os tutores de cidades mais distantes podem contar com todas comodidade e segurança da MooviPet para receber seu mais novo membro da família.

Os transportes aéreos são limitados, pois só permite o envio de animais para locais onde há aeroportos e que nem sempre são próximos do destino, fazendo com que muitos desistam da compra.

A necessidade de embarcar e desembarcar em um terminal de cargas muitas vezes torna a logística complexa e inviável e viajar no porão acaba sendo um sofrimento para filhotes que acabaram de sair da proteção da mãe adoram brincar e interagir.

Esse conjunto de fatores limita a comercialização de filhotes e maioria dos canis perdem suas vendas por não ter uma opção de transporte confortável, segura e acessível, limitando-se a fazer entregas somente para compradores de cidades mais próximas.

veiculo-moovipet-mercedes-sprinter-416

Como são os veículos?

Os veículos do sistema rodoviário são grandes, modernos, novos, climatizados, acomodam até 30 animais e contam com tecnologias como: cromoterapias, uso de feromônios sintéticos, controle de velocidade e monitoramento remoto supervisionado por médicos veterinários para garantir todo conforto e segurança.

O veículo dispõem de um sistema de acomodações próprio e não há necessidade de aquisição de caixas de transporte.

Como reservar uma acomodação?

A acomodações da MooviPet são classificados em 4 tamanhos diferentes. A altura  da acomodação não pode ser menor que a altura no Pet embarcado.

projeto-adaptacao-mercedes-sprinter-416-moovipet

Você deve escolher a acomodação mais adequada de acordo com a quantidade e o porte dos animais.

Posso levar mais de um Pet?

Animais de uma mesma ninhada e de um mesmo canil podem viajar juntos em uma mesma acomodação, desde que atendidos os requisitos de conforto e segurança de acordo com os protocolos da MooviPet.

Dessa maneira, você pode economizar caso precise enviar mais de um Pet para o mesmo destino, não havendo necessidade de reservar uma vaga para cada animal.

Em algumas situações nossas maiores acomodações conseguem acomodar até 3 animais, fazendo com que o valor do transporte fique ainda mais em conta.

O transporte compartilhados é seguro para filhotes?

Uma das maiores preocupações é com a saúde dos animais embarcados no sistema rodoviário.

Além da obrigatoriedade do atestado de saúde emitido por médico veterinário para todos os animais e a comprovação de que as vacinas em dia, a MooviPet verifica ainda as condições sanitárias dos animais.

O ar que entra na cabine de acomodação dos animais pelo sistema de ar-condicionado é fresco, recém-captado do ambiente externo, mantendo constante renovação.

Além disso, todos os líquidos produzidos durante o deslocamento no interior das acomodações são escoados para um reservatório externo, mantendo-as sempre limpas e secas.

O veículo é totalmente dedetizado após a conclusão de cada trecho com uso de desinfetantes específicos.

Dessa forma, podermos assegura um ambiente totalmente seguro durante as viagens.

Como são transportados os filhotes?

Nos sistema rodoviário os animais são transportados obrigatoriamente nas acomodações já existente no veículos não sendo permitido uso de caixas de transporte próprias ou cintos de segurança.

A maior causa de mortes de animais em acidentes é falta de um esquipamento de segurança adequado.

Nós da MooviPet conseguimos prover segurança empregando equipamentos de segurança de maneira correta.

Filhotes passeiam durante as paradas?

Durante as paradas os animais somente são retirados das acomodações para que seja realizada a limpeza, não havendo passeio externo.

A MooviPet tem um sistema de classificação de risco e todos os filhotes são classificados na cotegorpa amarela, pois necessitam de um certo grau de atenção e monitoramento.

Os filhotes tem contato com outros Pet?

Filhotes são mais sensíveis que os adultos e somente com a vacinação adequada ficam protegidos contra uma série de doenças que podem comprometer sua saúde.

Por esse motivos os filhotes não tem contato direto com outros animais da MooviPet durante nossas viagens.

Filhotes pagam mais barato?

Por precisarem de acomodações menores e poderem compartilhar a acomodações acabam tendo tarifas menores..

E se a reserva for feita pelo criadouro, a MooviPet oferece ainda descontos especias!

Entre em contato com nosso time e saiba mais!

Quais documentos são necessários?

É muito simples viajar com a MooviPet.

Basta providenciar 2 documentos: carteira de vacinação em dia e atestado de saúde com validade de 10 dias.

Tutor entregando documentação e alimentação do pet ao motorista da MooviPet.

Qual a idade mínima que um filhote precisa ter para viajar com a MooviPet?

Para garantir a boa saúde dos animais a MooviPet não embarca animais com menos de 3 meses de idade e que não esteja em dias com as vacinas.

Posso embarcar brinquedos e caminhas?

Sim, desde que não ofereça riscos e proporcione ainda mais conforto, são permitidos brinquedos e caminhas no interior da acomodação.

Como eles são alimentados?

Os alimentos são fornecidos pelo próprio tutor. Então, alterar a alimentação dos filhotes durante a viagem não é uma boa ideia, por isso somente fornecemos um outro alimento quando for necessário, sob supervisão médica veterinária.

Recomendamos somente o uso de ração para evitar descontroles intestinais e baixa na imunidade.

Como é a experiência para seus clientes?

Para saber como é muito mais feliz viajar de MooviPet basta você vista nossa avaliações e conhecer nossos serviços em nossas redes sociais.

Através de uma viagem repleta de amor e carinho, supervisionado por motorista e médicos veterinários e com um time apaixonado por pets a experiência em viajar com a MoovPet é incrível!

https://www.youtube.com/watch?v=voKRUkd11es

Colocando sempre os animais como prioridade em nosso serviço podemos garantir tranquilidade para compradores, felicidade para os filhotes e muito mais valor para os criadouros que, atarvés da MooviPet, podem chegar em muito mais clientes, aumentando suas vendas e seus ganhos, com muito mais satisfação e comodidade.

E aí, pronto pra enviar seus filhotes com a MooviPet e agregar ainda mais valor ao seu criadouro?

Ficou alguma dúvida?

Escolha qualquer um dos canais abaixo para fazer sua solicitação ou falar agora com um de nossos consultores pelo WhatsApp.




trecho-manaus-veiculo-moovipet

Nova Rota no Transporte Rodoviário: MooviPet agora também leva Pets de São Paulo e Rio de Janeiros para Manaus

trecho-manaus-full-crop

Inovação faz parte da MooviPet e isso você já sabe!

E para oferecer mais opções de mobilidade para tutores das cidades de Porto Velho, Humaitá, Manaus e Rio Branco, lançamos, na última semana, o Trecho São Paulo x Manaus.

Visão geral das cidades e rota do Trecho Manaus
Visão geral das cidades e rota do Trecho Manaus

"Apesar do modal aéreo ser a modalidade mais indicada para esse trecho devido a distância e dificuldades logísticas, muitos tutores pediram para oferecermos opções de embarque terrestre nessas cidades, pois nem todos os animais podem embarcar de avião devido as restrições impostas pelas Companhias Aéreas e, dependendo do Pet, o modal aéreo pode não ser a melhor opção pela falta de monitoramento.", explica Eduardo Carvalho, sócio proprietário da MooviPet.

O resultado é que muitos tutores não tinham nenhuma opção de mobilidade nas cidades no Norte. 

"Estamos expandindo nosso sistema rodoviário, criando novas rotas. Nossa expectativa é atender cada vez mais cidades e oferecer mais opções de embarque nas rotas já existentes, de acordo com a demanda.”, acrescenta Eduardo.

Pela distância e dificuldades logísticas terrestres devido às condições da BR 319 é necessário um planejamento específico e um acompanhamento minucioso para que a MooviPet possa garantir o mesmo conforto e segurança que oferecemos nas demais rotas do país.

Um dos veículos da frota MooviPet atravessando a balsa rumo a Manaus, depois de um intenso trecho de estrada de barro
Um dos veículos da frota MooviPet atravessando a balsa rumo a Manaus, depois de um intenso trecho de estrada de barro.

Além das rotas tradicionais já oferecidas pela MooviPet, muitos outros tutores agora também podem fazer reservas e aproveitar o melhor do nosso serviço.

Conheça outras rotas e as principais cidades atendidas:

Trecho Nordeste

Informações gerais: O trecho Nordeste é um dos trechos mais longos oferecidos pela MooviPet.

Nessa viagem percorremos grande parte da BR-101, uma das rodovias brasileiras mais importantes e totalmente pavimentada, atravessando natureza, lindas praias e cidades apaixonantes.

Esse trecho sai da cidade de São Paulo – SP com destino a cidade de Fortaleza – CE, passando pelas cidades de:

  • Rio de Janeiro – RJ
  • Vila Velha – ES
  • Feira de Santa – BA
  • Salvador – BA
  • Aracajú – SE
  • Maceió – AL
  • Recife – PE
  • João Pessoa – PB
  • Natal – RN

Datas de viagem: Mensal, dias 1 e 15
Duração: 96 horas

Trecho Sul

Informações gerais: O trecho SUL é um dos trechos mais longos oferecidos pela MooviPet.

Nessa viagem percorremos grande parte da BR-101, uma das rodovias brasileiras mais importantes e totalmente pavimentada, atravessando natureza, lindas praias e cidades apaixonantes.

Esse trecho sai da cidade de Rio de Janeiro – RJ com destino a cidade de Porto Alegre – RS, passando pelas cidades de:

  • Rio de Janeiro – RJ
  • São Paulo – SP
  • Curitiba – PR
  • Joinville – SC
  • Florianópolis – SC

Datas de viagem: Mensal, dias 14 e 25
Duração: 20 horas

Trecho BSB

Informações gerais: O trecho Brasília é um dos trechos mais longos oferecidos pela MooviPet.

Nessa viagem percorremos grande parte da BR-101, uma das rodovias brasileiras mais importantes e totalmente pavimentada, atravessando natureza, lindas praias e cidades apaixonantes.

Esse trecho sai da cidade de São Paulo -SP com destino a cidade de Brasília – DF, passando pelas cidades de:

  • Rio de Janeiro – RJ
  • Juiz de Fora – MG
  • Barbacena – MG
  • Belo Horizonte – MG
  • Paracatu – MG

Datas de viagem: Mensal, dia 9
Duração: 22 horas

Trecho Pantanal

Informações gerais: O trecho Pantanal é um dos trechos mais longos oferecidos pela MooviPet.

Nessa viagem percorremos grande parte da BR-101, uma das rodovias brasileiras mais importantes e totalmente pavimentada, atravessando natureza, lindas praias e cidades apaixonantes.

Esse trecho sai da cidade de Rio de Janeiro – RJ com destino a cidade de Campo Grande – MS, passando pelas cidades de:

  • São Paulo – SP
  • Campinas – SP
  • Sorocaba – SP
  • Ourinhos – SP
  • Londrina – PR
  • Maringá – PR
  • Dourados – MS

Data de viagem: Mensal dia 4
Duração: 24 horas


Para nós, para os animais e para os tutores, o novo Trecho Manaus é uma grande conquista.

Com a inclusão desse trecho, a MooviPet oferece ainda mais soluções de mobilidade e atende as principais cidades do país através do Sistema Rodoviários para  Pets, oferecendo pelo menos uma opção de embarque mensal com tarifas mais acessíveis.

Quando nós viajamos, ficamos felizes. Seu Pet também merece ficar.

Chegou a hora de mudar. Então você já sabe: se precisar de transporte para resolver problemas do dia-a-dia ou para viajar para uma cidade mais distante com seu pet, simplifique: vá de MooviPet.

Se quiser agendar agora seu próximo transporte, fazer uma cotação ou falar agora com um de nossos consultores, selecione qualquer um dos nossos canais de atendimento, clicando em um dos botões abaixo.


mulher-segurando-filhotes-samoieda

MooviPet Empresa: Canis e Gatis

Uma das maiores preocupações para donos de canis e gatis por todo Brasil é conseguir um serviço de transporte confiável, seguro, acessível e acima de tudo que transporte filhotes com amor e carinho.

mulher-segurando-filhotes-samoieda

A falta de opções durante muito tempo limitou as vendas de muitos empresários desse segmento.

Em algumas situações o valor da entrega saia mais caro que o valor do próprio filhote.

Além disso a limitação e a insegurança fazia com que muitos criadores de cães e gatos se restringissem a fazer entregas somente na cidade onde moram ou nas grandes metrópoles do país em que há aeroportos.

A burocracia para embarcar e desembarcar trazia complicações tanto para que vende quanto para quem compra e isso é tudo que uma família não deseja quando espera pela chegada de um novo membro da família.

Nesse momento o que desejamos é encher o filhotinho de mimos, "lambeijos" e abraços e não perder horas esperando em aeroportos a liberação do pet, gastando tempo e dinheiro com estacionamento.

Foi pensando em melhorar essa experiência e aumentar as opções de vendas que a MooviPet criou um serviço especial para viagens de filhotes para gatis e canis através do sistema rodoviário de cães e gatos, no qual criadores podem pagar faturado, tem descontos especiais, podem acomodar mais de um pet em uma só acomodação e contam com um rígido protocolo de embarque para assegurar conforto, segurança e a saúde dos filhotes!

Se você tem um canil ou um gatil, garanta mais praticidade economia e segurança na entrega de seus filhotes através da MooviPet e dê adeus a fila de espera, estacionamentos e burocracia.

Quer saber mais sobre as vantagens e diferencias de nosso serviço? Então, vamos lá!

Economia e segurança no embarque de filhotes

A MooviPet oferece uma plataforma completa de gestão de transporte, que acompanha toda viagem do filhote mantendo informados vendedor e comprador sobre deslocamentos e paradas de forma segura e confiável!

Segurança nas viagens

Embarques rodoviários com saídas programadas.

Todos os animais com saúde atestada por médico veterinário e carteira de vacinação em dia.

alimentacao-documentacao-animal-viagem

Priorize a segurança

O padrão de segurança da MooviPet foi criado por profissionais de saúde veterinária e especialistas em mobilidade terrestre, garantindo um ambiente seguro e confortável para todos os filhotes.

Acesse a MooviPet de qualquer lugar

Conte com a gente para as entregas em todo Brasil.

A MooviPet atende as principais cidades, fazendo a maioria dos embarques e desembarques porta a porta, principalmente nas capitais.

Encante seus clientes

Seus clientes podem contar com um serviço seguro e confortável, tendo a comodidade de receber o novo membro da família na porta de casa, junto de um brinde especial da MooviPet.

Economia

Redução de até 40%* nos custos para envio de filhotes (Em relação à entrada com veículos próprios ou envios aéreos)

Suporte

Suporte e atendimento exclusivo através de nossa Central de Reservas: 3003-5415.

Atendimento 24hs por dia, 7 dias por semana.

consultor-moovipet-com-notebook

Otimize o seu tempo

Reserve sem sair de casa, na hora, sem burocracia e sem precisar comprar caixas de transportes.

Embarque e desembarque porta a porta nas principais cidades do Brasil.

Presença e praticidade

Estamos presentes nas principais cidades do Brasil.

Peça pelo WhatsApp e pague pelo celular em cartão, boleto ou Pix.

formas-de-pagamento-moovipet

Otimize custos

Filhotes entregues no mesmo destino, da mesma ninhada, podem compartilhar acomodações, tornando os custos das viagens ainda mais baratas.

Confira a opinião de quem já usa a empresa

Faça como mais de 200 canis do Brasil: conte com a MooviPet!

Seu negócio vai longe e estamos aqui para ajudar você.

Não perca mais tempo! Faça como os grandes canis que já contrataram a MooviPet.

Alcance mais clientes e melhore a experiência através da gente!

Reserve a primeira viagem para envio de seu filhote com 20% de desconto.

Descomplique a entrega de seus filhotes com a MooviPet!


Vamos conversar sobre os próximos passos?



gato-dentro-do-carro-moovipet

Transporte de Gatos: tudo que você precisa saber!

O gato doméstico é considerado por muitos um animal independente e anti sociável, capaz de se apegar somente ao território e não muito aos humanos.

No Brasil, os gatos são animais de estimação tão populares quanto os cães. Eles representam cerca de 24% dos animais transportados pela MooviPet. O número de gatos transportados pela MooviPet vem crescendo e isso aumenta nossa preocupação em oferecer todo conforto e segurança necessários considerando suas particularidades.

Apesar de domesticados, os gatos partilham todas as características dos felinos selvagens dos quais são parentes: são fortes, ágeis, dotados de grandes reflexos, sentidos apurados e instinto de caça o que faz com seu transporte cause preocupação com tutores e protocolos específicos para que tudo corra bem.

Por todas essas características a MooviPet desenvolveu um método específico. Quer conhecer?

Então vamos lá!

Hidratados o tempo todo

A condição climática é algo que afeta os gatinhos. Os gatos ficam cabisbaixos, sem querer muita brincadeira quando estão em ambientes quentes sem fonte de água.

Por esse motivo os veículos da MooviPet são climatizados e mantêm o ambiente refrigerado durante toda viagem.

gato-bebendo-agua

Além disso, os gatos têm acesso a água mineral sempre fresca durante todo percurso, não somente por ocasião das paradas.

Mesmo que ele se negue a bebê-la, os motoristas fazem a hidratação com seringas impedindo que eles fiquem desidratados, principalmente nos trajetos mais longos.

Sociabilização com os motoristas

A maioria dos gatos que têm costume de lidar com pessoas estranhas em seu convívio se adaptam mais rapidamente aos transportes e aos motoristas da MooviPet.

Gatos que no período de socialização conviveram com apenas uma pessoa, tendem a ser tolerantes com aquela pessoa específica, enquanto que gatos expostos nessa fase à convivência com quatro ou mais pessoas tendem a aceitar e interagir com qualquer estranho.

Isso torna a viagem mais agradável.

Cuidados com gatos filhotes e os idosos

Cuidados com gatos filhotes são um pouco diferentes do que o trato com adultos.

Frágeis, eles precisam se alimentar a cada 4 horas para evitar crises hipoglicêmicas.

Os bebês gastam mais energia e por isso devem repor as calorias com maior frequência.

Nunca ofereça leite de vaca, alimentos humanos e nem ração de gatos adultos.

Normalmente quando embarcam pela MooviPet, os feromônios utilizados nas caixas de transportes trazem uma sensação de conforto maior por trazerem a sensação de ainda estarem sob os cuidados e proteção da mãe.

Buscamos colocar junto com a acomodação brinquedos, arranhador e uma caminha bem confortável.

Os cuidados com gatos filhotes são muito importantes.

As acomodações da MooviPet possuem micro furos e são forradas com tapete higiênico descartável, mantendo o ambiente sempre seco e limpo, fazendo com que os felinos fiquem mais relaxados e felizes.

Já com os idosos, fazemos o melhor para que eles possam dormir em um ambiente super confortável.

Animais com mais idade podem ter problemas nos ossos e também sentem mais frio. Por esse motivo, a acomodação do felino é a mais confortável possível.

Para isso, recomendamos que o tutor deixe à disposição do peludo uma manta para espantar o frio.

Livre de pulgas e vermes

Todos os animais que embarcam pela MooviPet passam por avaliação médica veterinária e devem apresentar atestado de saúde com comprovante de imunização.

Além disso o motorista verifica as condições de higiene, verificando se os animais estão limpos e livres de pulgas.

Quais os alimentos fornecidos para os gatos durante a viagem?

A alimentação dos gatos é feita com ração seca, sachês e latas de alimentos úmidos fornecidos pelo tutor por ocasião do embarque.

A MooviPet não oferece outros alimentos para seu gatinho. Alterar a dieta não é uma boa ideia.

A ração úmida colabora para a hidratação dos animais.

Doenças renais são comuns em gatos e parte importante da prevenção é feita com o consumo adequado de água.

As rações úmidas adicionam líquido na dieta dos gatos, por isso, eles têm acesso contínuo a água fresca e alimentos úmidos.

Compartilhe uma acomodação

Apesar de independentes, eles adoram companhia.

Sendo do mesmo tutor e atendendo aos protocolos de conforte e segurança estabelecidos pela MooviPet, gatos do mesmo tutor, que já convivam juntos, podem viajar compartilhando a mesma acomodação.

Além de ter uma companhia, o valor sai mais em conta!

A MooviPet nunca coloca mais de um Pet na mesma acomodação. Isso só ocorre nessa situação.

Ambiente sempre limpo

Dizem que gatos são animais limpos e basta conviver alguns dias com um para confirmar isso.

Entre os principais cuidados com os gatos, está a rotina de higiene.

A limpeza da acomodação também é muito importante para assegurar uma viagem confortável para o gato.

Por ocasião das paradas são removidas as fezes e urina e são trocados os tapetes higiênicos, se necessário.

Os gatos gostam de viajar?

Gatinhos costumam ser desconfiados e não gostam muito de novidades que os fazem mudar seus hábitos.

gato-viajando-no-carro

Quando o assunto é sair do aconchego do lar, muitos pais de felinos se pegam em situações difíceis e normalmente estressantes para os bichanos.

Infelizmente, são poucos os especialistas que sabem orientar os tutores a respeito de como acostumar gato na caixa de transporte.

Ter experiências diferentes, em lugares desconhecidos, também pode ser muito enriquecedor para os felinos.

Deixe ele pronto para embarcar antes da chegada do motorista

Capturar gatos nem sempre é uma tarefa tão fácil. Eles possuem uma incrível agilidade e correm em grande velocidade.

Os gatos são animais mais desconfiados por natureza, por isso, enquanto não se sentem seguros e no “controle” da situação ou do local em que vivem, eles podem ter um comportamento mais arredio.

Isso acontece quando chegam os motoristas para fazer o embarque.

Por isso, é sempre bom que os gatos já estejam prontos para serem acomodados no veículo por ocasião da chegada dos motoristas.

Em algumas situações, a reserva precisa ser cancelada, pois o tutor não consegue mais capturá-lo no momento do embarque.

Passear fora do veículo: pode ou não?

Esta dúvida é muito comum entre tutores e gera muita desconfiança e insegurança por parte deles.

Apesar de ser muito bom para o bichano ter espaço para brincar e se divertir, permitir que o gato saia da caixa de transporte e faça passeio fora do veículo não é recomendado, pois haveria riscos de fuga pelas características já mencionadas.

gato-na-caixa-de-transporte

Por esse motivo, os gatos não saem das caixas de transporte durante a viagem.

Os passeios somente são realizados com os cães, eles permanecem nas caixas de transportes, curtindo uma playlist feita exclusivamente para o pets, descansando e curtindo o visual pela janela.

A boa notícia é que um gato passa 2/3 do dia dormindo. Isso significa que com todo conforto e segurança oferecido pela MooviPet, ele vai aproveitar para descansar e guardar energia para aproveitar quando chegar ao seu destino.


E então! Ficou mais tranquilo ao saber como os gatos são transportados pela MooviPet?

Que tal aproveitar e garantir a reserva de sua viagem?


cachorro-filhote-dentro-do-carro-para-ser-transportado-viagem

Filhotes de cães: tudo o que você precisa saber para o transporte

Vocês sabem como os principais canis de cães e gatos do Brasil entregam seus filhotes através da MooviPet?

Sem dúvida, fazer uma bela viagem de ônibus pode ser muito prazeroso para seu pet, afinal de contas nada melhor que viajar recebendo amor e carinho, vendo a luz do sol e ouvindo uma boa playlist para relaxar, nem se compara à viajar confinado ouvindo o som de turbinas.

Se para os adultos viajar pelo sistema rodoviário é mais confortável, imagine para os filhotes que têm muito mais energia e acabaram de se afastar do conforto do lar e da presença materna.

grupo-de-cachorros-filhotes

Para fazer uma viagem de ônibus com filhotes embarcados é necessário um cuidado maior por parte de tutores e motoristas, pois existem protocolos específicos que você deve observar.

Por isso, listamos aqui tudo o que você precisa saber para que não haja nenhum problema no momento do embarque.

E antes de mais nada, vale lembrar que, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), para transportar cães e gatos, não é necessário a Guia de Trânsito Animal (GTA), tornando a viagem ainda mais simples.

(Ver Instrução Normativa MAPA nº 19 de 2011) | (Ver Instrução Normativa MAPA nº 36 de 2006)

Preparação para viagem

Os filhotes nascem, vão crescendo e a ansiedade dos donos de cães e gatos vai crescendo juntamente das famílias que serão os novos tutores dos filhotes.

À medida que a data da viagem se aproxima, é importante entender cuidados que podem assegurar uma viagem mais confortável e segura para os bebês, o que nem sempre é uma tarefa fácil.

Por isso, nós separamos dicas preciosas para que uma viagem com os filhotes de cães e gatos pela MooviPet transcorra de forma tranquila!

Comprei um filhote, e agora?

É visível a alegria que um pet traz para a família, mas quando adquirimos um pet de um canil distante, a preocupação com a forma como ele é transportado pode fazer toda diferença para uma boa experiência.

Ambientação dos filhotes nas caixas de transporte

A caixa de transporte é um item indispensável para quem tem cachorro em casa. Para levá-lo a qualquer viagem é preciso deste item.

No entanto, os animais costumam não gostar de ficar presos na caixa e é sempre um desafio colocá-los lá dentro.

É normal eles reagirem de forma negativa, pois não estão acostumados com aquele ambiente confinado.

No entanto, como não dá para evitar o uso da caixa de transporte, a melhor opção é ensinar o animal a se acostumar com ela.

Primeiro, ele precisa entender que a caixa é um ambiente positivo.

Deixe-a pela casa, para que sua presença seja algo comum e diário na vida do animal.

Permita que ele cheire a caixa, a observe e a aceite como um objeto qualquer. Não o force a entrar nela, pois pode traumatizá-lo.

O objetivo é ele entrar por conta própria.

Para tornar a caixa mais amigável, coloque uma almofada ou cobertor dentro dela, de forma que fique bem confortável.

Deixe os brinquedos por perto, para induzir o pet a se aproximar.

E, cada vez que ele chegar perto, o premie com um petisco. Esta ação fará o cão entender que a caixa é algo bom.

Uso de feromônios nos veículos

Feromônios são substâncias químicas que os animais liberam com a função de estabelecer a comunicação entre eles, transmitindo sensações e informações.

Eles servem para tranquilizar e acalmar os pets, principalmente os filhotes.

O uso de feromônios sintéticos transmitem a mensagem de tranquilidade para eles.

É comum que os filhotes sintam falta de sua mãe, de seus irmãos e normalmente isso ocorre no momento de sua viagem.

Os feromônios sintéticos ajudam a tornar o ambiente mais familiar, garantindo mais conforto durante a viagem.

Idade ideal para embarcar o filhote

A indicação é que os filhotes embarquem a partir das oito semanas de vida, pois já terão feito o desmame.

Aguardar até essa data é importantíssimo, pois eles precisam receber os nutrientes e anticorpos através do leite materno. Só assim, eles poderão viajar com segurança, crescendo fortes e saudáveis.

Além dessa questão, manter o filhote com sua mãe e seus irmãos é importante para a sua socialização e o aprendizado.

A mamãe ensina comportamentos básicos e os irmãos colaboram para a experimentação.

É muito comum que filhotes que são retirados muito cedo da sua ninhada mordam excessivamente , pois não tiveram a oportunidade de aprender como brincar com seus irmãos.

Sem contato com os outros animais embarcados

Apesar da interação do filhote com outros cães ser boa para o seu comportamento, animais sem o protocolo vacinal completo não devem ter contato com adultos.

Por isso, mesmo por ocasião das paradas, os filhotes não saem das acomodações ou caixas de transporte, não tendo contato direto com os demais cães.

Principais vacinas que o seu cão precisa tomar antes do embarque

O primeiro passo para preparar o filhote para viagem pela MooviPet é escolher um veterinário de confiança e emitir o atestado de saúde.

O clínico vai te orientar sobre o protocolo das primeiras vacinas para cachorro e iniciar a imunização dele.

Abaixo falamos sobre as principais vacinas que ele tomará a partir dos 45 dias:

  • V10 (Polivalente): a primeira vacina que filhotes de cachorro tomam, depois de um mês ele recebe a segunda dose e outra novamente após mais um mês. Cada veterinário possui um protocolo diferenciado e existem profissionais que aplicam quatro doses.
  • Vacina antirrábica: a partir dos 4 ou 5 meses seu cachorro poderá ser imunizado com a vacina que previne a raiva em animais. A doença é uma zoonose, doença transmissível para humanos.
  • Vacina para giárdia: não é uma vacina obrigatória, porém ela pode ser tomada a partir da segunda dose da V10, prevenindo que seu cachorro seja infectado por este parasita. Esta é uma zoonose, doença transmissível para humanos. Alguns protocolos incluem exames antes da aplicação para ampliação da eficácia.
  • Vacina da gripe ou tosse de cães: também conhecida como Bordetella, o animal começa a tomar a partir da segunda dose da V10 e, em alguns protocolos, precisa de uma nova dose após um mês.
  • Reforço anual da vacinação: após um ano, é preciso medicar seu pet com o reforço de todas as vacinas que ele tomou. Realizar o protocolo de vacinação quando filhote não garante a imunização do animal por toda a vida. Vacine seu pet todos os anos.
  • Os filhotes devem estar vermifugados: A vermifugação de um pet pode começar a partir da sua segunda semana de vida. Novamente, existem diversos protocolos veterinários. Enquanto alguns indicam a repetição de 15 em 15 dias até o desmame do filhote, outros recomendam a administração do vermífugo para cachorro de 3 em 3 meses.

Quais alimentos devem são fornecidos ao filhote durante a viagem?

Para viajar pela MooviPet na modalidade compartilhada é preciso que o filhote tenha concluído o desmame. O processo não deve ser agilizado.

Para os filhotes com mais de 45 dias, fornecemos ração úmida ou grãos molhados e triturados.

Filhotes com mais de três meses podem consumir ração seca.

Antes disso não é recomendado por conta da dentição.

a-melhor-racao-para-os-filhotes

Como escolher a melhor ração para filhotes de cachorro?

Uma ração saborosa e de qualidade pode ter um grande peso no conforto dos filhotes durante as viagens pela MooviPet.

Preste atenção ao porte do cachorro, um filhote de Pitbull, por exemplo, que se alimenta com um grão de ração para cães de porte médio, já um Pug filhote é porte pequeno.

Parece que é bobagem, mas o tamanho do grão influencia na mastigação do animal.

Petiscos são bem-vindos, sem excesso, a partir dos 3 meses.

Sobre o quanto de ração seu filhote precisa comer por dia durante as viagens, vale uma conversa com o veterinário para entender a medida ideal para ele.

Você pode calcular de acordo com as tabelas presentes no verso das embalagens de ração em um primeiro momento.

Prepare o conforto da acomodação para o filhote

Durante as viagens pela MooviPet, o filhote terá um espaço só dele para que ele possa descansar, dormir, se alimentar e também fazer suas necessidades.

Por esse motivos, quando são filhotes, a acomodação é preparada com tapetes higiênicos, matando o lugar sempre limpo e confortável.

Deixe os brinquedos à disposição do animal!

Filhotes gostam de roer, pois o crescimento dos dentinhos coçam (sem contar que eles têm bastante energia!)

Filhote chorando e latindo durante a viagem

Há diversos fatores que levam um filhote a chorar sem parar e, ao entender, podemos recuperar sua calma.

Se imagine em um lugar estranho, que não conhece os sons, objetos, e pior, não encontra seu principal elo, sua mãe.

Um filhote quando embarca se vê diante de um local totalmente novo, e sim, ele vai estranhar e levar alguns dias para se acostumar.

Ele está alimentado? Tem uma acomodação bem confortável e limpinha? Brinquedos? Está seguro?

Então, não dê atenção aos choros do animal visto que é uma adaptação normal.

Com esses cuidados, seu pet, mesmo sendo filhote, pode embarcar nos ônibus da MooviPet, sem medo de imprevistos.


Gostou de saber mais sobre a MooviPet?

Se você vai enviar ou buscar um filhote, sendo comprador ou dono de um canil/gatil, use a MooviPet e garanta uma viagem confortável, segura e monitorada.


veiculo-moovipet-mercedes-sprinter-416

Trechos interestaduais: conheça nossas principais rotas de transporte interestadual de pets!

Animais que viajam são mais felizes e para muitas famílias, tirar seu pet de casa é sinônimo de angustia e preocupação. Dessa forma, a MooviPet disponibiliza um sistema rodoviário para transporte de cães e gatos, onde tutores podem fazer reservas para transportar seus peludos para as principais cidades do Brasil com muito conforto, segurança e tarifas reduzidas.

A modalidade compartilhada é destinada para animais saudáveis e sociáveis com flexibilidade de horário para embarque e desembarque.

O transporte compartilhado permite e divisão de custos e tarifas muito menores.

Os embarques e desembarques ocorrem em datas definidas pela MooviPet.

E para quem pensa que o transporte compartilhado tem menos conforto está totalmente enganado.

Os veículos são maiores e seu pet pode socializar (sem contato físico direto) com outros animais, tornando a viagem muito mais divertida.

veiculo-moovipet-mercedes-sprinter-416
Um dos Veículos da Frota da MooviPet empregados nos Trechos Interestaduais

O uso de feromônios específicos e uma playlist personalizada com músicas que acalmam os animais deixam os peludos com a sensação de estarem em casa e há as paradas periódicas para que todos possam se alimentar, hidratar, fazer as necessidades fisiológicas e caminhadas, aliviando o estresse e garantindo uma viagem confortável.

Nessa modalidade você só paga pelas vagas necessárias para acomodar seu pet.

O transporte compartilhado é mais adequado em situações que se tenha flexibilidade para viajar, tais como: adoção, doação, mudanças e/ou para animais sociáveis e saudáveis.

projeto-adaptacao-mercedes-sprinter-416-moovipet
Vista interna do Projeto de Adaptação de um dos Veículos da Frota da MooviPet empregados nos Trechos Interestaduais.

Em resumo, o transporte compartilhado é a modalidade em que você reserva a quantidade de vagas necessárias para transportar seu pet, junto de outros animais saudáveis e sociáveis, em data programadas, pagando tarifas menores com um motorista que vai viajar com seu pet como você viajaria!

Clique abaixo e conheça nossos trechos.


tag-trecho-nordeste

Trecho Nordeste

Informações gerais: O trecho Nordeste é um dos trechos mais longos oferecidos pela MooviPet.

Nessa viagem percorremos grande parte da BR-101, uma das rodovias brasileiras mais importantes e totalmente pavimentada, atravessando natureza, lindas praias e cidades apaixonantes.

Esse trecho sai da cidade de São Paulo - SP com destino a cidade de Fortaleza - CE, passando pelas cidades de:

  • Rio de Janeiro - RJ
  • Vila Velha - ES
  • Feira de Santa - BA
  • Salvador - BA
  • Aracajú - SE
  • Maceió - AL
  • Recife - PE
  • João Pessoa - PB
  • Natal - RN

Datas de viagem: Mensal, dias 1 e 15
Duração: 96 horas

Plano de viagem


1º (primeiro) Dia


2º (segundo) Dia


3º (terceiro) Dia


4º (quarto) Dia


5º (quinto) Dia

  • Descanso


6º (sexto) Dia


7º (sétimo) Dia


8º (oitavo) Dia


9º (nono) Dia


tag-trecho-sul

Trecho SUL

Informações gerais: O trecho SUL é um dos trechos mais longos oferecidos pela MooviPet.

Nessa viagem percorremos grande parte da BR-101, uma das rodovias brasileiras mais importantes e totalmente pavimentada, atravessando natureza, lindas praias e cidades apaixonantes.

Esse trecho sai da cidade de Rio de Janeiro - RJ com destino a cidade de Porto Alegre - RS, passando pelas cidades de:

  • Rio de Janeiro - RJ
  • São Paulo - SP
  • Curitiba - PR
  • Joinville - SC
  • Florianópolis - SC

Datas de viagem: Mensal, dias 14 e 25
Duração: 20 horas

Plano de viagem


1º (primeiro) Dia


2º (segundo) Dia


3º (terceiro) Dia


4º (quarto) Dia


tag-trecho-bsb

Trecho BSB

Informações gerais: O trecho Brasília é um dos trechos mais longos oferecidos pela MooviPet.

Nessa viagem percorremos grande parte da BR-101, uma das rodovias brasileiras mais importantes e totalmente pavimentada, atravessando natureza, lindas praias e cidades apaixonantes.

Esse trecho sai da cidade de São Paulo -SP com destino a cidade de Brasília - DF, passando pelas cidades de:

  • Rio de Janeiro - RJ
  • Juiz de Fora - MG
  • Barbacena - MG
  • Belo Horizonte - MG
  • Paracatu - MG

Datas de viagem: Mensal, dia 9
Duração: 22 horas

Plano de viagem


1º (primeiro) Dia


2º (segundo) Dia


3º (terceiro) Dia


4º (quarto) Dia


tag-trecho-pantanal

Trecho PANTANAL

Informações gerais: O trecho Pantanal é um dos trechos mais longos oferecidos pela MooviPet.

Nessa viagem percorremos grande parte da BR-101, uma das rodovias brasileiras mais importantes e totalmente pavimentada, atravessando natureza, lindas praias e cidades apaixonantes.

Esse trecho sai da cidade de Rio de Janeiro - RJ com destino a cidade de Campo Grande - MS, passando pelas cidades de:

  • São Paulo - SP
  • Campinas - SP
  • Sorocaba - SP
  • Ourinhos - SP
  • Londrina - PR
  • Maringá - PR
  • Dourados - MS

Data de viagem: Mensal dia 4
Duração: 24 horas

Plano de viagem


1º (primeiro) Dia


2º (segundo) Dia


3º (terceiro) Dia


4º (quarto) Dia


E então? Agora que você já conhece nossas principais rotas, que tal agendar sua viagem agora mesmo?


imagem-antiga-moovipet

Conheça a história da MooviPet!

De onde viemos?

No dia 14 de abril de 2015, a MooviPet fazia seu primeiro transporte, levando Jack para clínica veterinária MyVet, no bairro do Engenho Novo, no Rio de Janeiro.

imagem-antiga-moovipet-2
Foto: Arquivos antigos da MooviPet

De lá pra cá, mais de 50 mil cães e gatos foram transportados e a MooviPet mudou a forma pela qual os animais de estimação se locomovem pelas cidades.

A proposta, na época, foi revolucionária: conectar de forma simples, motoristas com carros adaptados à pessoas que precisavam levar seu pet para uma consulta, shopping, praia ou para casa de veraneio.

Começamos no Rio de Janeiro e hoje atendemos mais de 20 cidades em todo o Brasil.

Por meio de nosso serviço, ajudamos a inserir os animais nas atividades de lazer das famílias, oferecendo novas opções para os tutores que, até então, só podiam contar com taxi, Uber ou transportes públicos, enfrentando dificuldades e restrições que na maioria das situações geravam uma experiência desagradável.

Juntos, abrimos o caminho para novas formas de mobilidade, colaborando assim, para um mundo melhor para os animais, permitindo que eles pudessem ser tratados verdadeiramente como filhos, interagindo em momentos importantes para as famílias e possibilitando que ele saia da “grande gaiola” que é a casa ou apartamento em que vive a maior parte do tempo.

Hoje, a MooviPet é pioneira, mais uma vez, permitindo que os animais possam fazer viagens de média e longa distâncias através de um sistema rodoviário com saídas regulares, tal como ocorre para as pessoas.

Muito mais felicidade para os pets

Há 6 anos atrás os animais ainda só saiam de casa para ir ao veterinário.

Através da possibilidade de um sistema de reservas rápidas com veículos próprios e franqueados, a MooviPet permitiu que muito mais famílias pudessem se deslocar com seus animais de estimação para passeios, viagens e festas da família.

Atualmente os pets estão muito mais inseridos na sociedade, sendo possível ir para bares, restaurantes, shoppings, hotéis e pousadas que recebem os pets com muito amor e carinho, permitindo uma interação muito maior com seus tutores e proporcionando ao pet uma vida muito mais feliz.

imagem-antiga-moovipet
Foto: Arquivos antigos da MooviPet

A Moovipet hoje

Hoje a MooviPet é a maior transportadoras de pets do Brasil.

Seja para transportes de curta, média ou longa distância, exclusivos ou compartilhados, temos um serviço que atenda sua necessidade.

E se sua cidade ainda não conta com o serviço de mobilidade de transporte da Moovipet, não se preocupe.

Temos uma boa notícia:

veiculos-moovipet-adaptados-para-transporte-de-animais-domesticos
Frota de Veículos da MooviPet

Nós em breve chegaremos e você também irá poder contar com o serviço profissional da MooviPet em sua cidade.

Seja para o Norte, Nordeste, Centro Oeste, Pantanal ou para o Sul do Brasil, a MooviPet têm opções de embarque.

Melhoramos a vida dos animais

Uma preocupação maior que encurtar o tempo, é trazer mais vida à ele durante nossas viagens.

Porque quanto mais feliz seu pet estiver enquanto estiver viajando com a MooviPet, mais vezes você vai nos escolher.

Inovação sempre fez parte da MooviPet.

E por isso nós estamos sempre buscando uma nova forma de melhor servir.

imagem-antiga-moovipet-3
Postagem antiga da Ciça do @caopanheirolabra

“As nascentes não bebem sua própria água. As árvores não comem seus próprios frutos.
As estrelas não brilham para si mesmas. As abelhas não consomem o mel que produzem.
Um cachorro não se importa para onde você vai ou onde você mora.
Dê o seu coração a ele e ele lhe dará o seu"

Viver para os outros é uma regra da natureza.

A vida é boa quando você está feliz, mas a vida é muito melhor quando os outros estão felizes por sua causa.

É por isso que a MooviPet existe.

Animais que viajam são mais felizes! Para que vocês possam ir e vir à todos os lugares com seu melhor amigo, sempre que precisar, seja qual for a distância: conte conosco!


Quer saber um pouco mais sobre a gente ou tirar alguma dúvida?

Fale diretamente com um de nossos consultores por qualquer um dos canais abaixo.


cachorro-braquicefalico-no-carro-moovipet

Cães braquicefálicos: conheça nossos protocolos e os cuidados especiais

Viajar com cachorros braquicefálicos não é uma tarefa simples.

Por conta do focinho curto ou achatado, muitas empresas, aéreas e terrestres, proíbem o transporte de diversas raças de cães e também gatos.

Mas se uma viagem é uma necessidade, hoje vamos te ajudar a encontrar uma solução.

Prontos para leitura? Então, aperte o cinto e vamos lá.

dois-cachorros-braquicefalicos-brincando

O que são cães braquicefálicos?

Braquicefálico é uma palavra que teve origem da união do grego "brachys", que significa "curta distância", e "cefálico", referente à cabeça.

Anos atrás, alguns criadores valorizavam o cruzamento de cães com focinhos cada vez mais curtos.

O objetivo obter um maxilar proporcional ao tamanho do corpo.

O maxilar é o osso que “suporta” os dentes em todos os animais.

Para tal propósito, o maxilar superior deveria ser mais encurtado, enquanto o inferior teria o tamanho mantido.

O problema é que isso levou a várias transformações físicas das raças e impactou, principalmente, no estilo de vida que os cães passaram a levar.

Para algumas raças, significou o desenvolvimento de problemas respiratórios mais graves e complexos.

Então sim, pode-se considerar que os cães braquicefálicos sofrem mais devido às características anatômicas, mas que são controladas com alguns cuidados importantes.

Síndrome braquicefálica

As alterações da chamada Síndrome Braquicefálica já nascem com os cães e afetam as vias respiratórias que, entre outras anormalidades, apresentam a redução dos orifícios nasais e o desenvolvimento incompleto da traqueia, órgão do sistema respiratório responsável por filtrar, umedecer e conduzir o ar aos pulmões.

Outro problema é o palato mole prolongado – estrutura que é a continuidade do palato duro, conhecido como céu da boca. Quando é muito prolongado, o palato mole “vibra” durante a respiração do animal, produzindo um barulho que lembra um ronco.

A consequência, como muitas pessoas já sabem, é a dificuldade para respirar que varia de grau leve ao grave para alguns cachorros.

No entanto, não são todos os cães que desenvolvem os sintomas da Síndrome Braquicefálica.

As alterações são visíveis e manifestam sintomas diferentes em cada cão ou raça.

Fique por dentro de alguns desses sintomas a seguir:

cao-braquicefalico-dormindo

Sintomas da síndrome braquicefálica

  • Dificuldade para respirar
    Ou respirar somente pela boca, com esforço maior e caracterizado por respiração rápida e curta.

  • Respiração ruidosa
    “Roncam” com frequência devido ao palato mole prolongado (tecido mole que constitui a parte de trás do céu da boca), com consequente dificuldade para respirar.

  • Posicionamento incorreto dos dentes
    Uma vez que o maxilar superior é recuado, os dentes não têm espaço e acabam crescendo em ângulos diferentes, podendo causar doenças dentárias.

  • Problemas oculares
    Por terem um crânio mais curto, os olhos costumam ser arregalados e as pálpebras não os envolvem completamente. Assim, muitos cachorros braquicefálicos têm olho seco e baixa produção lacrimal.

  • Dificuldade para realizar a troca de calor
    Os cães não transpiram e a respiração é a única forma de controlar a temperatura do corpo. Isso é ainda pior para os braquicefálicos no calor, uma vez que eles já têm dificuldade de respirar na maioria dos casos.

  • Outros sintomas comuns
    Aerofagia (deglutição de ar), tosse, espirro reverso, engasgos, tentativa de vômito, intolerância ao exercício e até desmaios.

Cuidados com as raças braquicefálicas

Como explicado, os cachorros braquicefálicos podem ter uma grande dificuldade de termorregulação pois, em sua maioria, não conseguem realizar adequadamente a troca de calor e sofrem de hipertermia (aumento excessivo da temperatura corporal), principalmente no verão e na primavera.

As narinas têm a função de dissipar o calor: o ar inspirado deve passar por uma umidificação, o que ajuda a reduzir a temperatura corporal.

No caso dos cães braquicefálicos, o “canal” nasal é mais curto, o que torna a respiração mais difícil, já que a passagem do ar apresenta maior resistência.

A transpiração ocorre também pelo focinho e pelas almofadinhas das patas.

Porém, como o focinho é pouco irrigado e as almofadinhas ficam em contato constante com o chão, logo a transpiração por esses locais é menos eficiente.

cachorro-na-janela-do-carro-com-motoristas-moovipet

Nossos protocolos durante as viagens

Temperatura interna do veículo

Nossos veículos mantém a temperatura interna entre 18 a 20 graus e o ambiente é projetado para manter a circulação do ar.

Essa condição agrada a maioria dos pets mas nem sempre agrada os passageiros embarcados.

Nós não alteramos a temperatura interna do carro para atender necessidade de motoristas ou passageiros e por isso recomendamos sempre que, quando embarcados, os tutores levem casacos e cobertores para não sentirem tanto frio.

Passeios durante as paradas

Normalmente as paradas da MooviPet são feitas em locais com sombra e temperatura amena.

Buscamos de todas formas a não exposição dos animais ao calor excessivo, fazendo caminhadas curtas nos horários com temperaturas mais amenas, como pela manhã e no final da tarde.

Acesso contínuo à água

Em todas a paradas periódicas é fornecida água mineral gelada.

Se notarmos que ele está ofegante, utilizamos toalha úmida ou borrifamos água no dorso e nas patinhas para resfriar o animal, para que a temperatura corporal diminua.

Controle da alimentação

A alimentação é sempre leve e controlada pois em excesso podem deixar os cães com ainda mais mais dificuldade para respirar.


Agora, se ele manifestar sinais de que não está bem, buscamos atendimento médico veterinário.

Não se procure pois a MooviPet já inclui o seguro médico veterinários em todas reservas em caso de uma eventual necessidade.

Os sinais que os cachorros braquicefálicos apresentam quando estão incomodados com o calor são iguais aos de outros cães, mas a intensidade é ainda maior.

Respiração mais ofegante que o normal, língua para fora, inquietação e letargia são alguns exemplos. Fique de olho!


Tosa de cães braquicefálicos

Tosar o cachorro braquicefálico, principalmente as raças de pelo longo, ajuda a reduzir a temperatura corporal.

Esse é um cuidado que o tutor deve ter antes do embarque.

caes-braquicefalicos

Cães braquicefálicos podem viajar de avião?

Cães braquicefálicos podem viajar de avião, mas alguns cuidados devem ser tomados.

Além de serem intolerantes ao calor, os cães braquicefálicos também têm dificuldades no frio.

Prova disso é que os cachorros braquicefálicos não são aceitos pela maioria das companhias aéreas para viajar no porão.

Eles já têm dificuldade para respirar normalmente e, em situações estressantes como um voo, não conseguirão respirar pelo focinho adequadamente.

O problema é ainda maior porque o ar no avião é mais frio e rarefeito, o que complica ainda mais a respiração.

Quando o ar frio entra pelo nariz, ele é filtrado e aquecido, para que chegue ao resto do corpo em condições ideais.

O que ocorre no avião é que o frio intenso e ambiente seco podem deixar o animal em “vasoconstrição”.

Ou seja, os vasos sanguíneos diminuídos de diâmetro, evitam que o ar chegue ao pulmão.

Isso tem potencial para causar desmaios e paradas respiratórias e/ou cardíacas.

Portanto, antes de pensar em embarcar com o cachorro braquicefálico, mesmo na cabine do avião, peça orientação ao médico veterinário.

Algumas raças são proibidas pelas companhias aéreas de viajar no compartimento de carga, mesmo com consentimento do veterinário.

A recomendação é que os braquicefálicos viajem somente na cabine.

Qual a melhor forma de viajar com cães braquicefálicos?

Sem dúvidas a MooviPet é a forma mais segura e mais confortável para transportar cães braquicefálicos.

Apesar do tempo de viagem ser maior nas viagens mais longas, ele é monitorado durante toda viagem e conta com tecnologia para maior estabilidade do veículo com telemetria.

Além disso, nossa playlist e o uso de feromônios trazem para seu pet a sensação da sua casa.

Nada melhor que curtir uma boa música ao invés dos ruídos das turbinas, não é mesmo?

A MooviPet têm veículos novos, climatizados e a temperatura é controlada durante todos descolamento, sendo regulado de acordo a necessidade de seu pet.

Os veículos possuem um sistema com acomodações fixas, que permite o monitoramento de todos os pets durante a viagem e conta com tecnologia para maior estabilidade do veículo com telemetria.

Ao longo de cinco anos a Moovipet já transportou mais de 50 mil cães e gatos.

Nosso serviço é certificado pela ANTT e você conta com um contrato de prestação de serviço que garante todos os benefícios.

Fazemos paradas periódicas para alimentação e hidratação dos animais e toda viagem é monitorada pela MooviPet e tutores.

Seu melhor amigo recebe muito amor e carinho durante toda viagem.

Também oferecemos um seguro para cobertura para atendimento médico veterinário em caso de uma eventual necessidade.

Principais raças braquicefálicas

Affenpinscher, Japanese Chin, American Staffordshire Terrier, Lhasa Apso, Boston Terrier, Mastim, Boxer, Brussels Griffon, Pit Bull, Buldogue, Presa Canario, Bullmastife, Pug o Carlino, Cane Corso, Shar Pei, Chow Chow, Shih Tzu, Dogue de Bordeaux, Tibetan Spaniel, Engish Staffordshire Bull Terrier e Toy Spaniel Inglês.


Agora que você já sabe todos os cuidados que a MooviPet tem nas viagens quando embarcam cães braquicefálicos, que tal escolher o seu destino e fazer sua reserva?

Fale agora com um de nossos consultores.


motorista-levando-cachorro-deficiente-para-fazer-xixi

Cães com deficiência: como é a viagem para esses pets?

Se seu pet possui alguma necessidade especial e precisa viajar, não se preocupe, você tem uma solução de embarque com a MooviPet.

Para atender os pets com necessidades especiais, a MooviPet conta com protocolos específicos que garantem o carinho, o conforto e a segurança necessárias para esse tipo de viagem.

cachorro-cadeira-de-rodas

A deficiência não impede o cachorro de viajar

As deficiências não são todas iguais e afetam os cães de maneiras diferentes.

Quando se fala em cachorro com deficiência, muita gente logo pensa em cães paraplégicos.

Mas, assim como acontece entre os seres humanos, existem outros tipos de deficiência, desde um cachorro sem rabo até casos mais graves.

Algumas delas são, inclusive, bem comuns em cachorros idosos, como a cegueira e a surdez.

Enquanto a cegueira, por exemplo, impõe mudanças mais significativas no cotidiano do pet — que deve aprender instintivamente os trajetos até cama, comedouro, bebedouro, tapete higiênico —, outras, como a surdez, não interferem tanto dentro de casa.

Seja como for, é importante que o tutor conheça as peculiaridades de cada deficiência para lidar melhor com elas.

O transporte de animais com deficiências como cegueira e paraplegia sempre representou um desafio para MooviPet, mas não são por isso que eles deixam de viajar.

Pessoas com algum tipo de deficiência são discriminadas nas comunidades em que vivem, podendo ser excluídas do mercado de trabalho e também podem sentir grande dificuldade de adaptação, mas para os animais é diferente.

Isso porque, diferentemente de nós, os cães não se comparam, tampouco remoem sentimentos como culpa, nostalgia ou arrependimento.

Por consequência, independentemente de se tratar de uma condição congênita ou adquirida, o lema deles é: vamos viver e ser feliz.

Daí é de onde vem a alegria que eles demonstram sempre, mesmo que hajam limitações, seja no conforto de casa ou durante as viagens com a MooviPet.

Cachorro com deficiência se adapta com mais facilidade à nova condição

Cães deficientes são afetados principalmente pela limitações impostas e precisam de auxilio para executar algumas tarefas, principalmente durante as viagens, pois lidam com situações que não fazem parte de sua rotina.

Até que o pet se adapte à nova condição, é natural que ele estranhe e fique um pouco mais quieto que os outros animais.

Isso acontece nas primeiras horas de viagem, mas pode acreditar que com a nossa ajuda, ele vai se adaptar!

No caso de cães com paraplegia, eles muitas vezes encontram um modo de se locomoverem mesmo sem a cadeirinha, fazendo poucos movimentos, mesmo que limitados, dentro das acomodações dos veículos da MooviPet.

Cães cegos contam com auxilio de motoristas para fazerem suas necessidades, durante as paradas.

Para que seu pet faca uma viagem com tranquilidade, confira os cuidados necessários:

Selecione a acomodação mais adequada.

Para saber qual acomodação reservar, você deve tirar a medidas de seu pet sentado, das patas à cabeça.

Seu pet deve poder ficar sentado no interior da acomodação sem encostar a cabeça no teto. Sendo assim, você não deve reservar uma acomodação com altura menor.

Essa regra é uma exigência de órgão reguladores em diversas normas nacionais e internacionais sobre bem estar dos animais durante os transportes que garante a segurança e o conforto do seu pet durante a viagem.

Todavia, recomendamos que animais portadores de deficiência física precisem um espaço maior.

Quanto maior for a acomodação, menor será a sensação de confinamento e ele fará uma viagem sentindo-se mais confortável, principalmente enquanto o veículo estiver em deslocamento.

Sendo assim, na hora de escolher a acomodação da MooviPet ou uma caixa de transporte, deixe pelo menos um palmo de distância da cabeça ao teto para que ele tenha espaço suficiente para girar e fazer pequenos movimentos no interior da caixa.

Atenção especial por parte dos motoristas

A assistência prestada ao seu pet com deficiência durante toda a viagem, começa no atendimento, por parte de nossos consultores.

É importante relatar detalhes sobre a deficiência e sobre medidas, cuidados e rotinas implementadas que deram certo e fazem diferença na rotina de seu pet.

Tudo será anotado e os motoristas irão implementar esses procedimentos durante a viagem.

As vagas destinadas a pets com deficiência ou mobilidade reduzida se encontram em locais de maior visibilidade ,o que permite maior monitoramento por parte dos motoristas.

Por ocasião, as paradas são selecionadas com locais com estruturas apropriadas para atender os pets com necessidades especiais.

Muitos cães deficientes não gostam de ficar na cadeirinha o tempo todo

As cadeiras de rodas caninas são grandes aliadas na hora de melhorar a qualidade de vida de um cachorro deficiente físico.

Com elas, ele pode passear com mais facilidade e sem o risco de se machucar, arrastando o corpinho na calçada.

O que muita gente não imagina é que, se usadas o tempo todo, elas podem ser incômodas.

Por isso, quando estão embarcados os pets ficam livres, utilizando a cadeiras de rodas somente por ocasião das paradas.

nas acomodações, o assoalho é forrado com um colchonete revestido de material sintético para garantir mais conforto e segurança.

Nem toda deficiência é custosa para o tutor

As reservas de viagens para um pet com deficiência tem um valor um pouco acima das tarifas normais em razão da necessidade de medidas e utilização de itens de corretos de segurança específicos.

Nunca se esqueça de que um pet com deficiência também gosta muito de viajar.

Não importa qual é a deficiência do filho de quatro patas, pode ter certeza de que viajar e curtir a vida com você ainda faz parte de coisas muito importantes para ele.

Durante nossas viagens, um cão cego, por exemplo, não terá o estímulo da visão, mas ele vai amar sentir novos odores e ouvir músicas diferentes na playlist da MooviPet, com músicas selecionadas para o bem estar dos pets, que traz mais conforto, ajuda à passar o tempo e deixam a viagem mais gostosa. Com cães surdos, é a mesma coisa! Eles se divertem vendo os outros cachorros embarcados e com as pessoas, sentindo outros cheiros em cada parada e por aí vai.

Com o auxílio da cadeirinha de rodas, cães paraplégicos podem passear normalmente durante as paradas sem perder qualquer tipo de estímulo.

Nosso maior cuidados é com relação a interação do companheiro com os outros cães, já que os aparatos podem assustá-los.

Quando um animal padece de uma patologia que o impede de mover-se com normalidade, não só é necessário cuidar das partes afetadas, como também considerar o que afeta o animal no seu conjunto e pode interferir seu conforto durante a viagem.

1. A higiene

Devemos manter a pele do animal fora de contato com fezes e/ou urina.

A lavagem dos pets é feita com soro fisiológico ou toalhas especiais para cães.

Nosso motoristas também se preocupam em mudar a posição do pet por ocasião das paradas e utilizar terapias de fisioterapia passivas, ou seja, mover os membros do animal, suavemente, sem forçar.

Desta forma , é possível evitar que as articulações endureçam devido à imobilidade, de acordo com as prescrições medidas passadas pelo tutor.

2. Alimentação

Os estados patológicos provocam um desequilíbrio nutricional. É importante que sejam verificados alimentos e rações adequadas para que sejam mantidas durante a viagem.

Uma manutenção da nutrição durante a viagem é muito importante para o conforto e boa saúde dos animais.

O veterinário deverá recomendar qual a melhor dieta para o seu cão durante a viagem.

Deve ter-se em conta que muitas vezes há outras doenças além da paralisia que requerem uma alimentação adequada.

3. Xixi nas paradas

Muitos cães com paralisia têm problemas para urinar. Alguns são incapazes de conter a urina e esta vai saindo gota a gota, outros são incapazes de esvaziar a bexiga e os motoristas têm que fazê-lo durante as viagens.

Manter uma boa higiene da micção ajudará a manter a acomodação limpa e garantirá maior conforto durante a viagem.

motorista-levando-cachorro-deficiente-para-fazer-xixi


Lembre-se!

Por razões de segurança, a MooviPet limita o número de pets deficientes nas viagens.

Por isso, é importante que a reserva seja feita antecipadamente, fornecendo as informações detalhadas sobre a deficiência.

Antes da partida, os tutores de pets com deficiência devem consultar a opinião do médico sobre a possibilidade de viajar na dada rota.

Se os cuidados causarem muita preocupação nos tutores a ponto de colocar em risco a saúde e o conforto do pet, recomendamos que seja reservado o transporte na modalidade exclusiva.

Dessa forma o tutor pode acompanhar seu pet e prover todos os cuidados necessários durante a viagem, prevendo muito mais segurança e conforto.

Os pets não precisam de nenhuma documentação especifica para fazer os embarques. Porém, recomendamos maior atenção na hora da avaliação médica para emissão do atestado de saúde e pedimos que indiquem nos documentos os procedimentos e medicamentos necessários para garantir uma viagem segura e confortável.

Caso tenha restado ainda alguma dúvida, você pode entrar em contato com um de nossos consultores por qualquer um dos canais abaixo.


cachorro-idoso-deitado-em-sua-caminha

Cães idosos: conheça nossos protocolos de segurança e cuidados especiais

Assim como nós humanos, os animais também envelhecem com o passar dos anos.

E, como nós, eles também são impactados fisicamente pelas mudanças causadas pelo passar dos anos.

cachorro-idoso-deitado-em-sua-caminha

Se você tem um cachorro idoso, é provável que já tenha notado que ele não é mais o mesmo de um tempo atrás.

Por isso, é muito importante entender as particularidades dos pets mais velhos, pois eles exigem cuidados durante a viagem.

Pensando nisso, fizemos essa matéria para que você que tem um pet com mais idade possa, juntamente da MooviPet, garantir todo carinho, conforto e segurança que nossos vovozinhos precisam.

Como identificar que o cão se tornou um cachorro idoso

É fácil perceber quando eles já inspiram cuidados pela idade avançada. O primeiro sinal é clássico: os cães também ficam grisalhos!

Ou seja, os pelos começam a esbranquiçar na região ao redor dos olhos e do focinho. Além desse, outros fatores devem ser levados em consideração.

O histórico de saúde do animal e a raça, por exemplo. O que se sabe atualmente é que cães, no geral, podem ser considerados idosos quando completam 8 anos.

Porém, a partir dos 12 anos, os cuidados devem ser ainda maiores quando vão viajar, principalmente para cidade mais distantes.

Apesar da idade, você deve ter em mente que um cachorro idoso não é um animal doente. Inclusive, muitos continuam ativos e saudáveis.

A velhice, na verdade, está relacionada a cuidados extras, prevenção e algumas limitações.

cao-idoso-deitado-no-ombro-do-motorista

Confira abaixo cada um deles explicado em 8 dicas para cuidar do seu cachorro idoso!

Cuidados com os pets idosos durante a viagem

1. Mobilidade

Como resultado da idade avançada, problemas como artrite, artrose, dores nas juntas, na coluna, etc, podem aparecer.

Em decorrência disso, os cachorros idosos podem ficar com a mobilidade reduzida.

É importante entender essa situação, pois um cachorro idoso tem que fazer caminhadas mais curtas e mais devagar, apresentando dificuldades para integrar com os outros pets adultos e filhotes.

Dessa forma, nossos motoristas buscam manter o máximo de conforto nas acomodações, facilitando a mastigação com uso de rações úmidas e mantendo a hidratação continua.

Outro cuidado que faz muita diferença é a paciência de espera para que eles façam as necessidades.

2. Alimentação

Cachorros idosos tem o ritmo da digestão e da absorção de alimentos diminuído.

Isso faz com que eles precisem se alimentar com uma porção diária de ração de fácil digestão, além de uma alimentação mais saudável e rica em proteínas.

É importante não alterar os horários em que eles já estão acostumados a se alimentar. Forneça essas informações na ocasião da reserva.

Para cães que já estiverem sem alguns dentinhos ou com problemas dentários, é recomendado fornecer alimentos mais pastosos.

Nossos motoristas buscam, inclusive, colocar um pouco de água na ração do seu cãozinho para que ela amoleça e facilite o preciso de digestão.

Alguns pets, principalmente os de idade mais avançada, podem perder o apetite quando estão em viagem.

Por isso é importante acompanhar e verificar se ele realmente está se alimentando de forma adequada.

Caso ele fique por volta de 12 horas sem se alimentar, buscamos estimular as refeições com uso de petiscos e rações úmidas.

3. Cuidados durante as paradas

Durante os passeios, os mais velhos também precisam de cuidados: diminuir a intensidade, a quantidade e a duração das atividades, adaptando-as de forma que o cachorro consiga acompanhar.

Sair do veículo durante as paradas para fazer caminhadas curtas é super importante, tanto para cãezinhos mais ativos como para os que não eram.

Aumentar a circulação, espreguiçar e respirar um novo ar ajuda a diminuir a ansiedade e garante o conforto.

O mais importante é não ficar o tempo todo dentro do carro, na caixa de transporte.

Se você não consegue manter essa rotina de exercício com seu cachorro tanto quanto ele precisa, procure um passeador!

4. Hora do descanso

Um cachorro idoso tende a dormir mais e passar mais tempo deitado, descansando durante a viagem.

Por isso, não espere que um pet velhinho vá curtir a viagem com a mesma disposição que um cão mais jovem.

É provável que ele irá querer descansar mais, descansando em sua acomodação, ouvindo uma boa música e recebendo muito amor e carinho dos motoristas da MooviPet que respeitam as vontades dos mais velhos.

5. Exposição a mudança de temperatura

Eles também são mais sensíveis a mudanças bruscas de temperatura.

Nos veículos, a temperatura interna é controlada e permanece constante durante toda viagem, mantendo um ambiente sempre climatizado.

Buscamos forrar o assoalho das acomodações com caminhas, de preferência as mesmas que eles já utilizam, para que tenham a sensação de que estão em casa e haja referência de conforto e segurança.

Outra preocupação importante é não expor os mais velhos ao sol durante o deslocamento e nas paradas. Isso evita possíveis mal-estares.

6. Convivência com outros pets

A maioria dos pets idosos podem não gostam de contato com outros animais, tanto pela questão da dificuldade de mobilidade quanto por não terem mais tanta disposição.

Por isso, eles vêm em suas acomodações, sem contato com pets mais agitados, principalmente com filhotes que buscam brincar o tempo todo.

Isso pode estressar o cãozinho mais velho, cansá-lo e até fazer com que ele tenha atitudes agressivas por se sentir acuado ou com o espaço invadido.

7. Rotina de visitas ao veterinário

Assim como os humanos, cachorros idosos também podem precisar ter a saúde avaliada com mais cuidados antes da viagem.

Para emitir o atestado de saúde, verifique com o veterinário se é necessário o uso de algum deslocamento ou procedimento específico para garantir o máximo de conforto e segurança nas viagens da MooviPet.

Isso ajudará a detectar e prevenir possíveis problemas decorrentes da idade que possam acontecer durante a viagem.

8. Muito amor e paciência

Todos nós, tanto humanos quanto cachorros, chegaremos num ponto da vida em que teremos limitações.

Por isso a MooviPet tem um cuidado especial nas viagens de pets idoso.

Toda atenção e amor são importantes para que seu pet faça uma viagem confortável e segura, garantindo uma excelente experiência com a MooviPet mesmo estando na “melhor idade”.

Dessa forma, eles podem viajar e chegar em qualquer destino com muito conforto e segurança.


E aí? Gostou dos nossos protocolos com cães idosos? Ficou alguma dúvida?

Você pode falar diretamente com um de nossos consultores para tirar todas as suas dúvidas e agendar a viagem do seu melhor amigo, por qualquer um dos canais abaixo.